RÁDIO BITURY

Postagem em destaque

PROGRAMAÇÃO FESTIVAL NO AR COQUETEL MOLOTOV 2016 - ETAPA BELO JARDIM

Apresentado pelo Instituto Conceição Moura, o festival No Ar Coquetel Molotov chega ao seu segundo ano na cidade de Belo Jardim, tra...

EVENTO; AEB - FBJ

EVENTO; AEB - FBJ

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Entidades Médicas de PE apontam precariedades no HC


Em decorrência das infiltrações no solo da estrutura do Hospital das Clínicas (HC) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), o Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) e Sindicato dos Médicos do Estado (Simepe) fiscalizaram, nesta quarta-feira (27), as condições de funcionamento da unidade, desde o subsolo aos andares dos leitos de internação.
 
A fiscalização foi realizada após denúncias que o subsolo estava alagado, por conta de algumas bombas de sucção quebradas. Os funcionários informaram ainda que HC está sem contrato de manutenção predial há 80 dias. No centro cirúrgico, por exemplo, não há lâmpada no hall de entrada e das 10 salas de cirurgia, apenas sete estão funcionando.
 
 Outra questão que compromete o funcionamento do HC são os elevadores. Dos nove equipamentos existentes, apenas quatro estavam funcionando. Os resultados são as filas longas, demora nos procedimentos e na transferência de pacientes. A climatização não existe e nos repousos médicos, os funcionários tiveram que fazer “cotas” para comprar um ar condicionado.
 
Com as informações, as entidades médicas – Cremepe e Simepe - vão solicitar uma audiência com o Ministério Público Federal, o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA), além da direção do Hospital para discutir a situação da unidade. Para o presidente do Cremepe, Sílvio Rodrigues, o governo deve investir emergencialmente no hospital escola. “Sabemos que existe uma verba em torno de  R$ 19 milhões que devem ser investidos na unidade e se não for utilizada corre o risco de voltar para o governo federal” explicou.



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário