RÁDIO BITURY

Postagem em destaque

PROGRAMAÇÃO FESTIVAL NO AR COQUETEL MOLOTOV 2016 - ETAPA BELO JARDIM

Apresentado pelo Instituto Conceição Moura, o festival No Ar Coquetel Molotov chega ao seu segundo ano na cidade de Belo Jardim, tra...

EVENTO; AEB - FBJ

EVENTO; AEB - FBJ

quinta-feira, 6 de março de 2014

Morre em São Paulo aos 66 anos o deputado federal Sérgio Guerra





BRASÍLIA E RECIFE- Ex-presidente nacional do PSDB, o deputado federal Sérgio Guerra, morreu na manhã desta quinta-feira aos 66 anos no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado havia 15 dias. O pernambucano lutava contra um câncer de pulmão.
A informação foi transmitida pelo deputado Bruno Araújo (PSDB-PE) aos colegas, segundo a assessoria da liderança do partido na Câmara. O velório do corpo do parlamentar será na Assembleia Legislativa de Pernambuco, a partir das 11h desta sexta-feira. O corpo deve chegar ao Recife por volta das 8h. A cerimônia de cremação será no final da tarde, no Cemitério Morada da Paz, no município de Paulista, vizinho a capital.
Sérgio Guerra estava internado por conta de uma pneumonia. Desde que descobriu o câncer, ele foi submetido a duas cirurgias no cérebro, por onde a doença se alastrou, além de fazer tratamentos com radioterapia.
Guerra estava em São Paulo submetendo-se a um tratamento de combate ao câncer de pulmão. Economista, empresário e criador de cavalos de raça, ele presidiu o PSDB Nacional de 2007 a 2013.
Segundo nota do partido, Guerra militou no movimento estudantil e deixa quatro filhos. Foi secretário estadual de Indústria, Comércio e Turismo e de Ciência e Tecnologia em Pernambuco durante o governo de Miguel Arraes.
No ano de 2012, Guerra implementou um processo de reestruturação do partido, implementando mudanças na comunicação com mais incentivos no uso das redes sociais, como Facebook e Twitter. Também estimulou os vários setores da sociedade a participar do debate político, como mulheres, jovens, sindicalistas, movimentos sociais e de etnia.
No Congresso, Guerra propôs o Fundo de Apoio ao Biodiesel e a a regulamentação da atividade de propaganda comercial na modalidade de mídia exterior. Também integrou comissões parlamentares de inquérito (CPIs) e o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.
No ano passado, ele participou das comissões de Relações Exteriores e Defesa Nacional e da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul.

Principal entusiasta da candidatura de Aécio Neves à Presidência da República, a quem entregou o comando do PSDB em maio do ano passado, Guerra sempre acreditou que as rusgas entre o senador mineiro e José Serra, que pleiteava também sair candidato à sucessão de Dilma Rousseff, seriam superadas.
Na época, ele definiu como salutar um número maior de concorrentes ao Palácio do Planalto, e reconheceu que as duas pré-candidaturas (Aécio e Eduardo Campos) iriam dificultar a reeleição da presidente Dilma, e acabar com "a reserva de mercado de votos".
Ainda presidente do PSDB, Sérgio Guerra chegou a cobrar uma presença maior de Aécio nos debates que antecipam a sucessão presidencial para 2014. Na opinião do tucano, o político mineiro deveria assumir papel mais relevante nas discussões de interesses nacionais e consolidar a liderança que se espera dele para construir uma candidatura competitiva, assim como o partido deve ‘recalibrar’ o discurso se quiser vencer.
No Twitter, o PSDB lamentou a morte do parlamentar.
“É com tristeza que informamos o falecimento do ex-presidente nacional do PSDB e presidente do ITV, deputado federal Sérgio Guerra.”, publicou o partido no microblog.
O site do partido também emitiu nota lamentando a morte do pernambucano e exaltando sua biografia:
"É com pesar que o PSDB Nacional informa que o presidente do Instituto Teotonio Vilela (ITV) e do diretório do partido em Pernambuco, o deputado federal Sérgio Guerra, de 66 anos, morreu nesta quinta-feira (6) pela manhã, em São Paulo, no Hospital Sírio Libanês. Ele estava internado há 15 dias e morreu em decorrência de uma pneumonia que agravou o estado geral de saúde. O tucano será velado e enterrado no Recife (PE).

Nenhum comentário:

Postar um comentário