RÁDIO BITURY

Postagem em destaque

PROGRAMAÇÃO FESTIVAL NO AR COQUETEL MOLOTOV 2016 - ETAPA BELO JARDIM

Apresentado pelo Instituto Conceição Moura, o festival No Ar Coquetel Molotov chega ao seu segundo ano na cidade de Belo Jardim, tra...

EVENTO; AEB - FBJ

EVENTO; AEB - FBJ

domingo, 1 de dezembro de 2013

ROLINHAS E AVES DE ARRIBAÇÃO OU AVOANTES

Há uns 12 ou 15 anos mais ou menos, aqui em Belo Jardim era muito comum se encontrar nos bares, vários tipos de aves para vender, inclusive rolinhas, aves de arribação, nambus e outros abatidos, aos montes, principalmente, vindo do Sertão de Pernambucano, como era o caso das avoantes que vinham da África para o sertão com o objetivo de fazer seus ninhos, procriarem e depois voltarem para o seu habitat. Só que isso não acontecia completamente porque os caçadores durante a noite abatiam enormes quantidades dessas aves para venda, impedindo que as mesmas concluíssem o seu ciclo natural.

Graças a Deus que na época houve uma fiscalização bastante severa e nunca mais se viu esses animaizinhos na boca do povo por ocasião dos comes e bebes. Tanto é que, nós estamos vendo constantemente em nossa cidade cenas de casais de rolinhas nas ruas, nas praças, em cima das árvores construindo seus ninhos, na zona rural e até se acostumando com a presença das pessoas.

Contudo, tenho uma notícia muito ruim: não é que muita gente, ou seja, caçadores de Belo Jardim voltaram a abater em grande quantidade as pobrezinhas das rolinhas? Alguns locais em nossa cidade já dispõem inclusive nas feiras livres ao preço de R$ 1 real e as autoridades têm que interferirem nesse sentido, não só o IBAMA, Ministério Público, Polícia, a sociedade como um todo, mas também a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente do Município, através do seu Secretário Engenheiro Agrônomo André Rocha no sentido de coibir essa prática e conscientizar as pessoas para que não tirem a vida dessas aves e, consequentemente impeçam que existam os compradores. Certa vez tive o prazer de conhecer a cidade de Uberaba-MG e fiquei maravilhado com a quantidade de rolinhas, pombos, burguês e outras espécies que nem conheço, nos fios de iluminação pública e nas ruas dando demonstração de que não eram molestadas pelo predador homem, naquela região.

-prsantos-

Nenhum comentário:

Postar um comentário