RÁDIO BITURY

Postagem em destaque

PROGRAMAÇÃO FESTIVAL NO AR COQUETEL MOLOTOV 2016 - ETAPA BELO JARDIM

Apresentado pelo Instituto Conceição Moura, o festival No Ar Coquetel Molotov chega ao seu segundo ano na cidade de Belo Jardim, tra...

EVENTO; AEB - FBJ

EVENTO; AEB - FBJ

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Campanha do Sport Clube Recife amplia doadores de órgãos em PE


Escrito por Tyhago Ferreira
Oito meses após lançar a campanha “Pelo Sport tudo. Até depois de morrer”, ação feita em parceria com uma agência de marketing, o Leão da Ilha começa a mudar a vida de várias pessoas. Em menos de um ano, o projeto contabilizou mais de 51 mil solicitações para a aquisição da carteirinha de doador de órgãos, desenvolvida com exclusividade para os rubro-negros.
De acordo com a Central de Transplantes do Estado, a ação acarretou em um aumento de 54% no número de doações em Pernambuco mudando histórias como a de dona Josina, uma das personagens do vídeo que divulgou a campanha. Com sérios problemas cardíacos, ela praticamente não se movimentava.
- Não conseguia fazer quase nada. Não sentia meu coração e não podia nem em abaixar direito, por conta do meu problema.
A vida da rubro-negra começou a mudar quando a estudante Daniela Lima teve uma das suas maiores tristezas. Casada desde 2006, viu o seu marido, Ricardo morrer em 2012 após sofrer um acidente de moto. Incentivada pela campanha, ela resolveu doar os órgãos.
- Foi uma grande tristeza para mim, mas vi que poderia ajudar outras pessoas a ficarem vivas. Então, decidi doar os órgãos dele e ajudar o próximo.
A tristeza de Daniela devolveu a esperança para Gigléison, filho mais novo de dona Josina. Pouco tempo depois da morte de Ricardo, ele recebeu um telefona que mudaria a trajetória da sua família.
- Lembro que o doutor Rodrigo me ligou e disse que teria um coração que poderia servir para minha mãe. Levei ela lá e agradeço por poder tê-la aqui.
Assim como dona Josina, mais 1.690 pessoas tiveram suas vidas salvas por conta de doações em 2012. Número que zerou a lista de espera por um órgão em Pernambuco.  Segundo o médico do Instituto de Medicina Integral de Pernambuco (IMIP), Fernando Figueira, a campanha foi fundamental para que o estado alcançasse a meta.
- Não tenho dúvidas de que a campanha do Sport foi fundamental para que nós conseguíssemos zerar a fila de espera por um transplante e atender aos necessitados.
Feliz com o resultado, o diretor executivo de Marketing do Sport, Sid Vasconcelos, disse que os números da ação demostram a força da paixão que liga o clube aos seus torcedores.
- Isso mostra a força da nossa torcida e o respeito que ela tem com o próximo. Prova o amor que todo rubro-negro tem não só pelo clube, mas por seus torcedores.

Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário