RÁDIO BITURY

Postagem em destaque

PROGRAMAÇÃO FESTIVAL NO AR COQUETEL MOLOTOV 2016 - ETAPA BELO JARDIM

Apresentado pelo Instituto Conceição Moura, o festival No Ar Coquetel Molotov chega ao seu segundo ano na cidade de Belo Jardim, tra...

EVENTO; AEB - FBJ

EVENTO; AEB - FBJ

domingo, 22 de julho de 2012

São Bento do Una se Prepara para a 15ª Corrida da Galinha


Entre os dias 27 e 29 deste mês, a cidade de São Bento do Una, no Agreste do Estado, vai promover a 15ª Corrida da Galinha. Diariamente, mais de 20 mil pessoas deverão circular pela cidade. Com um investimento de R$ 500 mil para a realização do evento, a expectativa da prefeitura é que a movimentação financeira supere a marca de R$ 1 milhão. O município, que figura como o maior produtor de aves e ovos de Pernambuco produzindo, mensalmente, 80 milhões de ovos e 500 mil quilos de frango, está em estado de emergência por conta do longo período de estiagem.

“A cidade deverá receber mais visitantes do que o registrado no ano passado. Os dois hotéis do município já estão lotados. Nós recebemos gente de todo o País e das cidades vizinhas, que participam tanto das competições do ‘galinhódromo’ quanto das festas à noite”, afirmou o coordenador do evento, Marcos Valença. Além da tradicional e inusitada disputa entre os animais, os visitantes podem participar de outras provas e de oficinas diversas, e assistir diversas atrações musicais que animarão a cidade nas três noites do evento.

Juntamente com a Festa de Reis, no início do ano, a Corrida da Galinha é um dos eventos mais importantes da cidade. “A corrida é um evento que celebra a maior fonte de geração de emprego e renda do município. Durante esta festa, temos a maior concentração de empregos temporários nas pousadas, nos restaurantes e no comércio. Normalmente, nós somos uma cidade de caráter produtivo e esta é a nossa maneira de fomentar o turismo”, comentou o secretário de Fomento ao Desenvolvimento Econômico e Social de São Bento do Una, Acácio Melo.

De acordo com o secretário, a seca pode afetar o desempenho da festa. “Estamos com algumas preocupações por causa da seca. A produção agropecuária sofreu uma redução de quase 50%. Já a avicultura, mesmo com o encarecimento do custo da produção, manteve-se estável: não está crescendo, mas também não caiu. Com essa situação, não possuímos recursos suficientes para promover uma festa como a do ano passado. A programação da festa, por exemplo, está com menos atrações”, declarou Melo.


Com informações da Folha de Pernambuco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário